Tracking Trip

Gramado em 4 dias – Dia 4: Lago Negro, Casa da Velha Bruxa e Nova Petrópolis

Quarto e último dia de Gramado, dia de voltar para casa 🙁

Pegamos um vôo bem tarde, assim poderíamos curtir o dia todo com tranquilidade e voltar para São Paulo em um horário que o trânsito não atrapalharia mais (pousamos as 2am).

Acordamos, arrumamos as malas, tomamos café da manhã e tiramos algumas fotos no deck do hotel, que tem uma vista muito bonita para o Vale do Quilombo, fizemos Check out e fomos conhecer algumas coisas em Gramado antes de ir embora. Confira o nosso roteiro.

Roteiro do 4º dia

  • Lago Negro
  • Rasen Bier
  • Casa da Velha Bruxa
  • Pórtico de Gramado
  • Nova Petrópolis
    • Pórtico
    • Cervejaria Edelbrau
    • Parque Aldeia dos Imigrantes
    • Parque das Flores – Labirinto Verde

 

Confira aqui os outros dias:   Dia 1  –  Dia 2  –  Dia 3

E confira aqui o custo total da viagem

Vídeo do nosso dia!

Lago Negro

Pedalinho Lago Negro - Tracking TripComo não conseguimos ir no Lago Negro no nosso primeiro dia, fomos no nosso último dia em Gramado. Fomos direto na parte da manhã e o dia estava bem bonito, o que ajudou bastante. Alugamos um pedalinho de barco pirata e ficamos passeando um pouco, curtindo a natureza lá. Como a gente já tinha visto o parque, não ficamos muito. Passamos na Alemanha Encantada, que fica em frente, para tirar foto com a Torre da Rampunzel e ver se tinha algum souvenir legal. A Thainá acabou comprando uma coruja para a mãe dela. Mas para subir na torre tem que pagar, então, ficamos de baixo mesmo.

Rasen Bier

Saindo do Lago Negro, fomos até a Rasen Bier, uma cervejaria local que fica afastada do Centro de Gramado. A loja é bem bonitinha, com bastante opção de copos e itens interessantes.Mas fomos lá porque eles oferecem um tour, que custa R$ 10,00 e te dá direito à uma degustação. Para nossa sorte, a pessoa que faz o tour não estava lá, faltou neste dia e eles não poderiam fazer o tour na parte da manhã. Saímos um pouco chateados, e como o Bruno ficou triste, não comprou nada lá. Agora era hora de provar o tão falado chocolate da Casa da Velha Bruxa! (Afinal, tentamos 2 vezes e estava fechado)

Casa da Velha Bruxa


casa da velha bruxa
A Casa da Velha Bruxa é um restaurante, que fica no Centro de Gramado, quase em frente ao Palácio dos Festivais. A gente ouviu muito bem do lugar, que tinha um chocolate quente fantástico, então a gente tinha que provar. A Thainá pediu um chocolate quente líquido (têm duas opções: o líquido e o cremoso) e um outro drink e eu pedi um sorvete, com cobertura de chocolate e borda de chocolate. O sorvete estava muito gostoso e como estava um dia quente, foi bem legal. A Thainá se arrependeu um pouco do chocolate, deveria ter pego o cremoso porque o líquido não tinha nada demais.A gente ainda não estava com muita fome, então apenas tomamos o chocolate quente e o sorvete e fomos embora.

Como saímos de carro, paramos próximo a prefeitura e não vimos placa de zona azul, nem lugar para comprar cartão, então achamos que a Zona Azul só começava na outra rua. Mas ao sair do restaurante e nos dirigir ao carro, percebemos que tinha um guarda de trânsito multando o carro que estava estacionado na nossa frente! Ficamos assustados e fomos conversar com ele, ele nos explicou que em todo cruzamento existe uma máquina, onde é possível comprar o zona azul, mas como estávamos saindo de lá, ele não iria nos multar. Ufa, por 2 minutos não tomamos uma multa, ainda bem! Então, fica o aviso. Se forem estacionar o carro no centro de Gramado durante o dia, procure os lugares que vendem o cartão, pois eles são fundamentais para estacionar por lá sem preocupação e as placas que indicam a região de Zona azul não estão muito bem localizadas!

Pórtico de Gramado

Era hora então de sair de Gramado, mas não sem antes parar no Pórtico para tirar algumas fotos. O Lugar é bonitinho, mas é uma parada rápida para algumas fotos e pronto. Não tem como deixar de tirar foto com um dos cartões postal da cidade.

Portico Gramado

Ainda na saída de Gramado, passamos em frente ao Snowland e percebemos que o lugar estava vazio! Então fica a dica, deixe para ir ao Snowland no domingo, pois não pegará filas e não precisará ficar lá o dia todo, vai dar uma boa economizada no tempo!

Nova Petrópolis

Pegamos a estrada em direção a Nova Petrópolis, pela Rota Romântica, não é uma cidade muito longe de Gramado, são 60 km só, por isso escolhemos ir pra lá e seria caminho para voltar para Porto Alegre. A gente conseguiu ver bastante coisa da cidade de Gramado, então valeu a pena conhecer uma outra cidade ali perto.

Pórtico de Nova Petrópolis

Quase chegando na cidade, nós nos deparamos com o Pórtico da cidade, que a gente não conhecia e descobriu que é bem legal! É quase uma guarita de castelo medieval, vale a parada. Dá pra ver Nova Petrópolis e tirar fotos bem bonitas. Assim que a gente parou o carro lá, não tinha ninguém, assim que a gente subiu no pórtico apareceu um monte de gente e lotou o lugar huahuhuahua

Cervejaria Edelbrau

Logo na entrada da cidade, tem a cervejaria Edelbrau, onde é possível ver o processo de fabricação da cerveja e tirar uma foto por um aplicativo deles, que vai parar direto na página da cervejaria, o que é uma excelente tática, pois as pessoas acabando visitando a Fã Page deles e curtindo. Vocês podem ver a foto que tiramos clicando aqui.
Acabei comprando um kit de cerveja lá, com uma Weiss, uma Blonde Ale e uma tulipa, por R$ 37,90, o que é um preço bem bacana para um kit com duas cervejas (você escolhe as duas cervejas) e um copo. A dica aqui é: tente não ir aos domingos, pois é quando a fábrica não está funcionando e não é possível acompanhar o processo de fabricação.

Parque Aldeia dos Imigrantes

Seguimos na cidade para o Parque do Aldeia do Imigrante, um local que conta um pouco da história da imigração alemã na cidade, possuindo música temática, comida típica (que não comemos, pois não estávamos com fome) e a aldeia histórica, que é “museu” ao ar livre, recriando a vila da época da colonização, com equipamentos e peças da época, bem legalzinho, vale a visita. O ingresso é barato, custa R$ 5,00 e se for estudante e apresentar a carteirinha, paga meia.
O parque tem um lago, onde é possível passear de pedalinho também, mas como já tínhamos acabado de fazer no Lago Negro, preferirmos não andar (e por lá, só tem os cisnes). O lago do parque é um pouco mais feio que o Lago Negro, sendo bem barrento, então achamos que não valia muito a pena também não.
A Aldeia Histórica é legalzinha, mostrando um pouco dos equipamentos que eram utilizados, a estrutura das casas, escolas e igreja da época. Vale a visita, é um pedaço da história do Brasil. Lá nós acabamos compramos algumas cucas para levar, mas nos arrependemos. P1080328Como não estávamos com fome, trouxemos elas para São Paulo e, claro, elas ficaram duras! Frescas pareciam bem apetitosas e muito bonitas, então se puder comprar e comer, vale a pena. Para levar pra casa não é uma boa idéia, ainda mais se for pegar um avião e ela vier meio amassada.
O parque é um lugar interessante, onde as pessoas da região vão para passar o dia, com muitos idosos dançando e aproveitando a música temática. É bem agradável, mas como nosso tempo era contado, precisávamos ir embora!

Parque das Flores – Labirinto Verde

Conquista Labirinto Verde - Tracking TripFomos para o Labirinto Verde, que fica no Parque das Flores. Imaginávamos que seria algo pequeno e simples, que fosse possível ver o caminho, mas não era! Eram paredes de uns 2 metros de altura, daquelas árvores de pinheiro de Natal. Nem do lado de fora era possível ver o caminho certo. Fomos na maior inocência, achando que seria tranquilo de encontrar o centro e em 15 minutinhos iríamos embora. mas já na nossa 1ª tentativa, desistimos e saímos após uns 30 min! hauhauhauhau Tentamos ir para algum lugar mais alto para identificar o caminho e não deu certo. Fomos então para a 2ª tentativa, dessa vez mais espertos e prestando mais atenção no caminho, fomos indo, indo, indo, até que finalmente conseguimos achar o centro!! É engraçado, tem uma fila para subir no palanque e tirar foto, subimos lá, tiramos uma foto rapidinho e já fomos embora, não dava para demorar muito, apenas guardar uma foto para a recordação de que a gente realmente conseguiu! (E sair demorou uns 30 min também!)

Após sair do Labirinto, ficamos mais um pouco no parque das flores, pois como o próprio nome já diz, o parque tem muitas flores. Eè engraçado ver que os morados locais vão para o parque, com suas cadeiras de praia, aproveitar o dia bonito que estava fazendo, para simplesmente ficar conversando na praça e tomando chimarrão. O parque conta, inclusive, com um chimarródromo, onde as pessoas podem abastecer suas garrafas térmicas para continuar tomando chimarrão, sem precisar sair do parque. Infelizmente não conseguimos provar, não achamos um lugar que vendesse de modo simples para turistas.

Parque das Flores 2 - Tracking Trip

Volta pra casa

Depois de turistar um pouco em Nova Petrópolis, era hora de pegar o carro e seguir para Porto Alegre, pois tínhamos um vôo para pegar.

Na estrada, antes de chegar em Porto Alegre, paramos na famosa Tenda do Umbu na cidade de Picada Café, que infelizmente já estava fechada e não era mais possível comer lá (eram umas 18h). Lemos bastante coisa a respeito, que falava que a comida era boa e tinha uma sobremesa espetacular, mas não podemos afirmar. No mesmo local tem um posto de combustível e uma loja para turistas. Compramos alguma coisa para comer, e seguimos viagem, afinal , já estava escuro.

Chegando em Porto Alegre, abastecemos o carro, nosso único abastecimento em toda a viagem e o devolvemos na locadora, que nos levou de transfer para o aerporto. Lá, nós jantamos e esperamos um pouco pela hora do vôo, refletindo sobre a nossa viagem, que foi bem legal e curtimos muito! Já estava na hora de começar a pensar na nossa próxima viagem, dessa vez com mais tempo,para os EUA, que acontecendo agora (embarcamos 15 de Outubro).

Ficou na dúvida de quanto gastamos para ficar 4 dias em Gramado? Clique aqui! Fizemos um post especialmente para isso, com os detalhes dos gastos!

 Galeria do 4º dia!

Não esqueça de conferir os outros dias do roteiro:   Dia 1  –  Dia 2  –  Dia 3

E confira aqui o custo total da viagem

Deixe uma resposta