Tracking Trip

Nova York em 4 Dias – Dia 2!

No nosso segundo dia, agora um pouco mais descansados, fomos para o sul de Manhattan. A idéia era conhecer melhor o Battery Park e dar uma rodada pelo Distrito Financeiro, então atravessar a Brooklyn Bridge de Bicicleta, conhecer o One World Observatory e o Memorial, passear na Century 21 e comer no McGee’s, pub que serviu de inspiração para o McLaren’s, da série How I Met Your Mother. Veja os detalhes do roteiro abaixo!

Perdeu os outros dias? Veja aqui :>

Dia 1 – Bryant Park, Grand Central, Times Square, M&M, Disney store e +!

Dia 3 -Chelsea market, High Line, Apto do Friend´s, Little Italy, Toys “R” us, Carlos Bakery e +!

Dia 4 – Love e Hope, Dilan´s Candy Bar, Central park (Bethesda Terrace), e +!

 

Confira o Vlog do nosso 2º dia:

 

___________________________________________________________________________

Roteiro 2º dia – Nova York.

  • Battery Park
  • Charging Bull
  • Trinity Church
  • St. Paul’s Chapel
  • Brooklyn Bridge
  • Jane’s Carousel
  • Dumbo
  • One World Observatory
  • Century 21
  • McGee’s

Confira o traçado a pé do nosso roteiro

___________________________________________________________________________

Battery Park

battery parkComo ainda estávamos nos recuperando do dia anterior, saímos por volta das 10h do apartamento, pegamos o metro e descemos na última estação, South Ferry Station. Essa também é a estação que você desce se for pegar o barco para a estátua de Liberdade (pegamos o gratuito da outra vez e dessa não conseguimos ticket para a coroa, então deixamos para voltar uma outra vez com mais calma).

Fomos andando, margeando a costa. Passamos por um Carrossel de peixes fechado num local de Vidro, era muito diferente, dava a real impressão de ser um aquário (SeaGlass Carousel)castle clinton

Estava um dia bem bonito, mas ventava muito!! Então se for nessa época do ano, não esqueça do seu gorro e luva! (não faça como o Bruno,que esqueceu e quase congelou!). Andando por ali, passamos em frente ao East Coast Memorial, que é um Memorial aos soldados americanos que morreram na costa oeste do Atlântico durante a Segunda Guerra Mundial.

Seguimos até o Castle Clinton National the sphereMonument, que foi um forte construído inicialmente para a guerra de 1812 e virou propriedade da cidade de Nova York logo após a guerra. O forte faz um contraste bem legal com a cidade cheia de prédios e com uma vista bem bonita de dentro dele.

Ainda no Battery Park, vimos a “The Sphere”, que era uma escultura que ficava entre as torres gêmeas do World Trade Center, e após o atentando foi resgatada dos escombros e transferida para o parque.

___________________________________________________________________________

Charging Bull

charging bull

O Charging Bull fica dentro da Praça do Bowlling Green no distrito financeiro. Não tem nada demais lá, é apenas um touro grande, e dizem dar sorte se você colocar a mão nele (principalmente nas bolas) .Claro que a gente não ia até lá e arriscar ficar sem sorte! Então…
Normalmente tem muita gente lá para tirar fotos, e as pessoas não respeitam muito ordem de chegada, principalmente os brasileiros. Se você for ficar esperando a sua vez pacificamente, sempre vai ter gente se jogando na sua frente.  Saímos de lá um pouco irritados com a falta de edução das pessoas, mas faz parte. Pelo menos conseguimos nossas fotos :).

___________________________________________________________________________

Trinity Church

trinity church

porta trinitySubindo a Brodway, como estava em nosso caminho, passamos pela Trinity Church. É uma igreja bem bonita,então se estiver por ali, vale a visita. Estava tendo algum evento por ali e tinha um telão, mas como estávamos de passagem, não descobrimos o que era. Tenha uma atenção especial para a porta, toda entalhada em madeira e com vários detalhes.red cube

Continuando pela Broadway, passamos em frente ao Red Cube, uma escultura bem interessante ali perto da igreja. Se for visitar a igreja, dê uma passada por ali, dá para tirar algumas fotos com uns efeitos bem legais!

___________________________________________________________________________

St. Paul’s Chapel

st paul chapel

Subindo mais um pouco, chegamos na St. Paul’s Chapel,  outra igreja que tem ali pela região. Ela fica bem próxima ao World Trade Center e serviu como base para os bombeiros e policiais no dia do atentado de 11/09, além de base hospitalar para alguns feridos. Lá, ainda é possível ver alguns equipamentos que os bombeiros usaram e uma espécie de museu do do aconteceu por ali naquela época, mas dessa vez estava tendo alguma feira escolar e retiraram esse itens temporariamente.
___________________________________________________________________________

Spirit – Loja de fantasias de Halloween

spirit

A Spirit achamos por mero acaso, não fazia parte do nosso roteiro inicial. No nosso caminho até o local para alugar bikes para atravessar a Ponte do brooklyn, encontramos a loja. Ela é sazonal e por isso acredito que o endereço não seja sempre o mesmo. Ela abre lojas físicas apenas em época de Halloween e depois disso fecha as portas e vende apenas pela Internet. Como iríamos passar o Halloween pelos EUA, decidimos entrar. A loja era sensacional! Com um monte de fantasias, máscaras, espadas e vários acessórios incríveis! Nos empolgamos bastante, mas como nosso tempo era curto para provar e a intenção era comprar fantasias na Party City em orlando, acabamos não comprando nada. Mas nos arrependemos muito. Ela é muito melhor que a Party City (onde também não compramos nada)

___________________________________________________________________________

Brooklyn Bridge

brooklyn bridge

Chegamos a Brooklyn Bridge pela Park Row. C e alugamos citi bikeuma bike! Tomamos uma surra da máquina, pois era nossa primeira vez e nunca tínhamos usado nem visto como funciona para alugar. Descobrimos que precisava de um número de telefone para o cadastro, e a gente não tinha! Por sorte (Ufa!) tinha uma americana alugando bike também e viu nossos desespero, ai parou para nos ajudar e cadastrou o número dela. A dica aqui é usar o número do seu hotel ou do seu chip americano, caso tenha comprado um. Caso não tenha ficado em Hotel (como Nós), e nem tenha Chip, vá com um número de Hotel qualquer senão você não pega a bike.

Com as bikes em mãos, fomos atravessar a ponte. O caminho foi bem tranquilo, a ponte possui ciclofaixa. Mas não pegue muita velocidade! Não existe nada além de uma linha no chão que divida as bikes dos pedestres, e embora passe muitas bikes, tem muita gente que insiste em andar pela ciclofaixa e testar suas habilidades de equilíbrio tentando desviar deles. Por isso, ao pegar a bike aqui, teste para ver se o sininho está funcionando, você vai precisar! (O da Thainá estava quebrado, então ele teve que ir atrás) , na própria bicicleta está escrito para gritar para os pedestres, então no fim, fica bem tranquilo e as pessoas desviam. A vista da ponte é demais, paramos para tirar algumas fotos e curtir o visual. Ao descer do outro lado, devolvemos as bicicletas e fomos andar pelo Brooklyn e conhecer o D.U.M.B.O.
OBS: Não sei se decidimos descer no lugar errado, mas descemos por uma escada, se você estiver sozinho, descer com a bike é tranquilo, mas subir com ela é um sufoco! Ela é imensamente pesada!

dumbo

No cruzamento entre a Washington St e a Water St tem aquela vista tradicional em maravilhosa, é uma das fotos mais desejadas de NY, sempre tem gente por ali! Por isso, não perca essa chance se for atravessar a ponte. Você pode chegar até lá de metro também.

___________________________________________________________________________

Jane’s Carousel

janes carousel

Continuamos pela Washington St fomos em direção ao Jane’s Carousel. É um caminho que vai beirando o East River, muito bonito e com vistas espetaculares de Manhattan!

O carrossel é de 1922 e com som original. Foi totalmente restaurado recentemente e preserva todo o estilo clássico dos carrosséis. jane carousel pier0Vale a pena observa-lo! Não chegamos a andar, mas se você quiser, os Tickets custam U$2,00 (Fechados as quartas-feiras).

A vista do local é de tirar o fôlego, e o dia estava incrivelmente bonito. Acho que isso contribui para os inúmeros casamentos que vimos ocorrendo por lá. Contamos pelo menos 5! Definitivamente o local vale a visita!

___________________________________________________________________________

D.U.M.B.O.jane carousel pier

OBS: Bruno com cara triste porque o cabelo dele estava rebelde.

Seguimos por baixo da ponte e fomos em direção ao pier, que faz a travessia do East River de barca. Não pegamos a barca, apenas fomos conhecer, afinal, de bicicleta era muito mais legal! (E o dólar está R$4,00 e a bike já estava paga. 🙂 ) O visual dali de baixo também é incrível. Tiramos algumas fotos, gravamos um pouco e vimos mais um monte de gente casando!

Já estava na hora de voltar, queríamos pegar o por do sol no One World. Pegamos a bicicleta em uma estação próxima e fomos tentar achar a ponte com acesso por bike. E quem disse que a gente achou? Tomamos uma surra, demoramos um monte, demos um monte de volta. Então acabamos voltando no mesmo local onde chegamos, mas tivemos que devolver a bike porque já ia estourar os 30 min que a gente tinha direito. Ai você devolve e espera 5 minutos para poder pegar de novo. Lembre que dissemos que as bikes são pesadas? O Bruno subiu suando levando a dele, a Thainá subiu 1 degrau e parou. hahahaha Mas demos sorte, não deu nem tempo da Thainá pensar no que fazer, já apareceu um senhor e a ajudou a carregar. Isso é bom dos americanos, não tem mau tempo, nas 2 vezes que ficamos enrolados, logo apareceu gente disposta a ajudar.

___________________________________________________________________________

One World Observatory e Memorial 09/11

one world

Saindo da ponte do Brooklyn fomos direto para o One World Observatory, que é ali perto. Deixamos a bicicleta em uma estação próxima e fomos direto comprar os ingressos para subir. A fila era bem pequena e foi bem rápido. É possível comprar com antecedência pela internet, mas não vimos necessidade. Custa U$ 32,00 por pessoa para subir. Com o dólar alto é meio salgado, mas é parada obrigatória, não tem como deixar de ir. Chegamos lá por volta das 17:30 e falaram que nossa subida seria às 18:00, mas para estar na fila com 15 min de antecedência. Fomos então dar uma olhada no Memorial.

memorial 09-11

Uma das piscinas estava desligada, mas mesmo assim é um lugar bem bonito. A capacidade que o americano tem de fazer coisas bem feitas é incrível. Lá também é possível encontrar a “árvore que sobreviveu”, foi uma das árvores que não foi destruída no atentado.  A Thainá já tinha vindo no Memorial 2 anos antes e disse sentir um ar muito pesado. É impossível ir até lá e não lembrar o sofrimento e coisas horríveis que aconteceram. Mas dessa vez, não sei se por circular muita gente, já sentimos o ar um pouco mais leve. Talvez com a abertura da nova torre tenha vindo um pouco mais de esperança e “alegria”, mas ainda assim, dá um aperto no coração passear por ali.

Por volta das 18:15 fomos para a fila para subir, mas para a nossa surpresa, não não tinha mais fila! Ficamos um pouco desesperados, mas depois descobrimos que não tinha problema. Ao entrar no prédio é preciso passar por um esquema de segurança bem parecido com o de aeroporto. Pra variar, a Thainá foi parada 🙂 (toda vez param ela e inspecionam a mochila com aquele negócio para ver se mexeu com bomba). Já na entrada tem uma série de apresentações e nos direcionam para a entrada dos elevadores. E que elevadores! Ao entrar, eles avisam que as paredes vão contar uma história, para você olhar pra lá. Conforme ele vai subindo, vai mostrando como a cidade foi evoluindo, com as construções das casas, prédios e tal, muuito legal. Sem falar na velocidade de subida! São 102 andares em 1min30s!! É muito rápido, chega a fazer pressão nos ouvidos. (Dá para ver a subida no nosso Vlog)

see foreverChegando lá tem uma outra apresentação chamada See Forever, quando ela termina, após uma música envolvente e uma apresentação emocionante,  levantam as telas e você tem a vista da cidade, deu até nó na garganta essa hora! Fantástico!

one world 2Escolhemos esse horário pois era o horário aproximado do pôr do sol. E que pôr do sol maravilhoso! Se possível, suba para vê-lo! É muito bonito e você consegue aproveitar tanto a vista de dia quanto a de noite. São duas experiências totalmente diferentes! É realmente um modo diferente de ver Nova York.

one world por do sol

___________________________________________________________________________

Century 21

century21

Na saída do Observatório ganhamos um cupom que poderia dar entre U$ 5,00 e U$ 500,00 de desconto na Century 21 (você descobria quanto no caixa), Já íamos para lá de qualquer jeito, agora tínhamos mais um motivo 🙂 E estávamos cheios de planos e querendo tudo!

Fomos andando até lá, que é praticamente ao lado do Memorial. Já era próximo das 21h e a loja fechava as 22h, mas a gente não sabia. Começamos a rodar mas já estávamos tão cansados e sem bateria que tudo começou a perder a graça. Procuramos por camisas masculinas para o Bruno, era um dos grandes desejos dele na viagem, já que ele usa todo dia e queria umas camisas melhores. Os preços não estava ruins, por volta dos U$ 20,00, mas eram camisas fechadas e você não pode provar! Ficamos muito tempo atrás de alguém que pudesse nos ajudar, até que nos indicaram um alfaiate, que mediu o pescoço e o braço dele, dando as medidas, 15,5 de pescoço e 33/34 de braço, agora era só procurar por roupas nessa medida. Porém, ficamos com um pouco de receio, cansados, já estava tarde e decidimos não comprar nada. Demos mais uma volta e a loja começou a anunciar que ia fechar. Mas ainda tinha a volta pra casa, de bicicleta! Em uns 30 min chegamos novamente no nosso apartamento, foram 8km, a maior parte do caminho de ciclovias, sem problemas e bem tranquilo, porém, o vento estava bastante congelante, e o Bruno sem luvar sofreu horrores aqui. Então, não deixe de levar as suas.

___________________________________________________________________________

McGee’s

Bar inspiração da série “How I Met Your Mother”

Mc gees pub

Chegamos em casa com fome, precisávamos comer alguma coisa. Como somos muito fãs da série How I Met Your Mother, não podíamos deixar de conhecer o bar que serviu de inspiração para o McLaren’s. Após pensar se iríamos aguentar, se não era melhor dormir e etc, chegamos a conclusão que só tínhamos 4 dias em NY e precisávamos aproveitar. Então juntamos as coisas e saímos outra vez, de bicicleta!

McGee’s é um pub irlândes, mais voltado para bebidas do que para comidas. Pra beber, o Bruno pediu uma cerveja artesanal, produzida pelo próprio pub e a Thainá pediu um Caramel Apple Martini. Para comer, acabamos pedindo a mesma coisa, um McGee’s Cheese Burger, que vem acompanhado de fritas e picles.

Mc geesO Sanduíche estava gostoso, mas nada muito diferente do que comemos por aqui em questão de hambúrguer artesanal. No final, tomamos uma coca, afinal, iríamos voltar “dirigindo”. O valor total, já com gorjetas, foi U$ 60,25. Um preço ok para duas pessoas e com bebida alcoólica (Quer dizer, com dólar a R$4,00 não tem nada de OK, mas é “justo”). O atendimento do local não é muito bom, os garçons são muito apressados, logo que sentamos não deixaram nem a gente olhar o cardápio e já estavam parados esperando o pedido. Pedimos um tempo para escolher e mesmo assim eles voltaram super rápido, tivémos que escolher meio no susto, bem desconfortável, quase não deixamos gorjeta, mas até na hora de pagar era uma pressão que nem tivemos muita escolha huahauhau. Chegamos a conclusão que eles não estão muito acostumados com turistas ali, só vimos americanos no bar bebendo e conversando. O bar estava com decoração de Halloween, o que foi bem legal, mas o lugar em si é bem apertado e com distribuição de mesas bem diferentes do McLaren’s da série, um pouco decepcionante. Mas é possível ver fotos do casting da série espalhadas pelo bar todo, realmente foi uma inspiração e eles realmente foram lá algumas vezes. Serviu para matar um pouco a saudade da série e deixar com mais vontade de reassistir tudo!

Saímos do pub e fomos para o hotel, já era mais de 1h da manhã quando chegamos, estávamos mortos! Precisávamos dormir, porque no dia seguinte tinha mais! Oba!!!

______________________________________

Os outros dias :

Dia 1 – Bryant Park, Grand Central, Times Square, M&M, Disney store e +!

Dia 3 -Chelsea market, High Line, Apto do Friend´s, Little Italy, Toys “R” us, Carlos Bakery e +!

Dia 4 – Love e Hope, Dilan´s Candy Bar, Central park (Bethesda Terrace), e +!

Confira o Vlog:

 

 

Deixe uma resposta